quarta-feira, 3 de outubro de 2012

SIMPÓSIO NA TERAPIA DO AMOR




Todas as Quintas-Feira às 19:30h O Simpósio do Amor.

Av.: Feliciano Sodré n°749 ao lado da Prefeitura

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

domingo, 23 de setembro de 2012

Sessão do Descarrego

Descubra todos os dias, de segunda a sexta, as 9h da manhã, o que está realmente oculto na vida das pessoas que sofrem, em diversas áreas… Você que sofre com  insónia, medo, nervosismo, dores de cabeça constantes, desmaios, visão de vultos, audição de vozes, desejo de suicídio, vícios, perturbações, enfermidades sem diagnóstico nos procure urgentemente!
Nos envie sua mensagem, ou vá no Cenáculo do espírito Santo mais próximo de sua casa!



  SINTOMAS DE POSSESSÃO





Opressão: Estado em que os espíritos atuam na vida da pessoa sem manifestar-se, causando os mesmos sintomas que uma pessoa possuída.
Nervosismo: Descontrolo, estado de nervosismo, deve-se tranquilizar a pessoa e dizer-lhe palavras de ânimo.
Sintomas de possessão: Insónia, medo, nervosismo, dores de cabeça constantes, desmaios, visão de vultos, audição de vozes, desejo de suicídio, vícios, perturbações, enfermidades sem diagnóstico.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 OBS.: 1 simples sintomas dos 10 que você acabou de ler é o suficiente para detectar a presença de um mal na sua vida.


TERÇA-FEIRA ÀS 19:30


Av: Feliciano Sodré n°749 ao lado da Prefeitura






segunda-feira, 17 de setembro de 2012


A verdade fica de Pé



Por que não há diferença?



No universo dos crentes, o relacionamento com Deus é baseado no campo das palavras, tanto no ouvir como no falar com Ele. A maioria é viciada em pedir, receber orações e entoar louvores na ilusão de que só isso resolverá, ou então, acreditam que dizer: "Amém, aleluia, glória a Deus, tá ligado", quando recebem uma promessa bíblica, trará a solução.
Já no universo dos espíritas, principalmente umbandistas e candomblecistas, não existe a prática da oração. A fé é prática. A pessoa sabe que, se ela quer um "benefício" ou prejudicar alguém, tem que mostrar a sua fé arreando despacho, pulando muro de cemitério, derramando o seu próprio sangue etc.
Agora, vejamos como é o universo da fé que agrada a Deus e provoca a diferença prometida:
"Então, VEREIS outra vez a diferença entre o justo e o perverso , entre o que serve a Deus e o que não o serve." Malaquias 3.18
Quer dizer, se eu quero ver a diferença, tenho que sair do campo das palavras e fazer o que Ele determina que é servir, ou seja, tenho que mostrar que eu creio.
"Mas alguém dirá: Tu tens fé, e eu tenho obras; MOSTRA-ME essa tua fé sem as obras, e eu, com as obras, te mostrarei a minha fé." Tiago 2.18
Aqui está o segredo!
A chave que abre a porta para uma vida diferente: MOSTRAR!!!
E mostrar como Deus determina.
Veja como Ele determina: "Agora, pois, suplicai o favor de Deus, que nos conceda a sua graça; mas, com tais ofertas nas vossas mãos, aceitará Ele a vossa pessoa? - diz o SENHOR dos Exércitos." Malaquias 1.9
Por isso, neste dia 23, entraremos no Santo dos Santos com a nossa oferta em mãos, MOSTRANDO a Deus que cremos.
SE EU QUERO VER, EU TENHO QUE MOSTRAR!
Bispo Clodomir Santos

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

          O SIMPÓSIO DA FÉ COM O BISPO MACEDO





Para mais informações LIGUE: 021 2643-1011

Ou procure-nos na Av.: Feliciano Sodré n°749 ao lado da Prefeitura

segunda-feira, 10 de setembro de 2012


 O Voto da Fé



O Senhor dos Exércitos promete fazer-nos ver outra vez a diferença entre o justo e o perverso, entre o que O serve e o que não O serve.
Cada promessa bíblica é uma profecia, um voto de Deus. Independentemente da crença humana, ela vai se cumprir.
Vai se cumprir na vida dos que realmente creem.
E o que é preciso fazer para ver essa diferença na vida?
Manifestação clara e objetiva da fé.
A fé sobrenatural é o único canal de comunicação entre criatura e Criador. Esse tipo de fé trata de atitude em relação a cada Promessa de Deus.
Ela, por si só, já exige manifestação, disposição, entrega e dedicação da vida por conta de sua natureza Divina.
Não há como manifestar essa fé sem atitude concreta.
Ao ser abordado por dois cegos Jesus perguntou:
“Credes que eu posso fazer isso? Responderam-lhe: Sim, Senhor! Então, lhes tocou os olhos, dizendo: Faça-se-vos conforme a vossa fé.” Mateus 9.28-29
Isso mostra que a manifestação do Poder de Deus está sujeita ao acordo da fé de cada um.
Antes de curá-los, primeiro Jesus perguntou se criam.
Ele podia curá-los, porém, eles tinham de corresponder com a fé. Caso contrário, nada feito.
O cumprimento das promessas está sujeito à certeza íntima de cada um. As bênçãos são gratuitas, mas Deus exige a fé materializada.
Jesus perdoa o pecador, mas este tem de abandonar o pecado. Ou seja, há perdão, mas sua concretização depende do perdoado sacrificar o pecado. Chama-se isso de arrependimento.
É assim que funciona a fé sobrenatural.
O Senhor disse: “o Meu justo viverá pela fé; e: Se retroceder, nele não se compraz a Minha alma.” Hebreus 10.38
Se não houvesse necessidade da fé prática, os cristãos relaxariam e perderiam a guerra diária contra o inferno.
Por conta disso, há necessidade de se apresentar a demanda, alegar as razões, pedir, buscar, bater, orar, jejuar, enfim, desenvolver a fé.
Para Abraão ter tido vida diferenciada precisou obedecer dia após dia; o mesmo se deu com os demais heróis da fé do passado.
Ora, seria diferente hoje em dia?
Quem quiser ter vida diferenciada dos demais tem de mostrar a diferença da sua fé. Do contrário...
O voto da fé é exigência da própria fé.
“Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que não O serve.” Malaquias 3.18